Vizinhos

Tenho um amigo que dizia que o que de fato incomoda os vizinhos não é o barulho de uma festa. O som, as conversas e risadas altas. O que de fato incomoda é o estilo de vida. O que impede aquele vizinho de dormir na verdade é a inveja de saber que enquanto ele está preso nas suas próprias frustrações alguém ali pertinho está se divertindo, basicamente vivendo e celebrando o prazer de estar vivo.

A carta aí de cima foi enviada anonimamente há mais de dois anos. Além do ataque cruel à língua portuguesa e da covardia de não se identificar o que me chamou a atenção foi um xerox de uma matéria de jornal falando sobre vizinhos barulhentos que veio no mesmo envelope. Até aí nada demais, porém me interessei em ver a data de tal matéria. Era de 2003! Que tipo de gente guarda um jornal por 4, 5 anos pra poder enviar junto com cartas anônimas? Além de semi-analfabeto, só pode ser um chato(a) profissional.

Não pense que sua carta foi em vão. Ela ficou pregada na minha geladeira e rendeu boas risadas nas reuniões e “bagunças” que vieram depois.

E é pra o misterioso “morador/vizinho desta rua” que eu dedico esse post e aproveito pra informar que logo você vai ter que procurar outro alvo pras suas ameaças anônimas pois eu me mudo ainda esse mês. Aproveito pra dar um conselho. Durma menos. Viva mais. Faça uma festa pra comemorar minha mudança. Com som alto e tudo mais. Reúna amigos. Se houver algum.

Get a life!

Um abraço,

do “Morador da casa 312”.

Anúncios

3 comentários sobre “Vizinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s